Aula de dança com Bambolê

Aula de Dança no Parque do Ibirapuera

Aula de Dança com Bambolê da Bambodança no Dia 21 de Março de 2015, no Parque do Ibirapuera.

 

Bambodança Nível 1

Vamos comemorar a chegada do Outono com muito bamboleio, alegria, diversão e se exercitar brincando no Parque do Ibirapuera.
Vão ser 4 horas de Bambodança com um pequeno intervalo para um Pic Nic!!!

– Girar Bambolê na Cintura;
– Girar Bambolê no Quadril;
– Passar Bambolê;
– Flutuante;
– Girar em torno da Mão e acima da Cabeça;
– Tirar Bambolê do Corpo e recolocá-lo.

(Parque do Ibirapuera, gramado ao lado da Marquise do Parque)

Investimento:

Para clientes Bambodança, o valor é de R$99,00 para o Workshop.

Workshop = R$120,00

Workshop + Bambolê = R$150,00 até o dia 20/03

Vagas Limitadas!

Faça sua inscrição confirmando pagamento via depósito;

Banco Itaú – AG:1381 C/C:35734-0

Banco Caixa- AG:2978 C/C:1349-6 – Operção – 003

Contato: Patricia Nabarrete Arnosti
Telefone: 11 98050-9219 (Vivo) ou 11 3593-1647
email: patricia@bambodanca.com.br

Kundalini Bambodança

Kundalini Bambodança

Você já ouviu falar em Kundalini Bambodança, Kundalini Hoop Dance?

Não se assuste com o nome, se nunca ouviu, vamos lá…

Kundalini é uma energia física que se concentra na base da coluna espinhal. Uma energia de natureza neurológica que transita entre os chakras. Em sânscrito, kundalini significa “enrolada como uma cobra” ou “aquela que tem a forma de uma serpente”. Estimado em sete mil anos, esses ensinamentos eram transmitidos apenas entre Gurus em templos e monastérios. Com o tempo, estes conhecimentos foram disseminados e aliados às outras práticas como o yoga e o próprio hoop dance.

Na yoga, a junção com a kundalini possibilita o ser humano unir sua consciência cotidiana à sua consciência cósmica, através da prática de uma sequência de meditações e exercícios combinados. O intuito é que a pessoa consiga perceber a energia se movimentando dentro de si e direcionar esse fluxo para estimular os chakras.

Chakras, outro nome complicado, não é? Bem, explicando rapidamente essa palavra quer dizer “roda” ou “disco”, em sânscrito. Imagine sete rodinhas de energia localizadas em frente a sua coluna, posicionadas desde a base da coluna até o alto da cabeça. Cada chakra recebe, armazena e transmite energia em órgãos específicos, glândulas endócrinas e os vários sistemas do corpo. E quanto mais desenvolvidos os chakras estiverem para receber e transmitir, melhor será sua saúde e bem-estar. Não foi tão difícil, não é mesmo?

Mas, afinal, onde tudo isso se liga ao bambolê?

Como o cultivo da energia kundalini é possível de diversas formas, o exercício com bambolê vem para auxiliar na distribuição de todo esse fluxo energético no corpo. Assim como na yoga, a prática da kundalini com o bambolê auxilia no fortalecimento e relaxamento das musculaturas e do metabolismo. Além disso, aumenta a capacidade respiratória e o nível de vitalidade física e psíquica.

Acredita-se que o estado de nossa energia pode ser influenciado pela qualidade das nossas experiências, o ambiente que nos rodeia, a natureza de nossas ações e pensamentos. Por isso, a prática do bambolê pode auxiliar muito no desenvolvimento do kundalini de cada um.

Através dos movimentos circulares, é possível desfrutar dessa energia potencializada dentro de nós. A Kundalini, quando alimentada corretamente, pode ser a chave para saúde e longevidade. O movimento da energia kundalini pode permitir aos chakras operarem em sua capacidade máxima. O que por sua vez, limpa a aura criando a sensação de bem-estar fisiológica, psicológica e espiritualmente.

Percebemos, então, que, através dessa prática, o bambolê pode nos auxiliar muito mais do que a conseguir uma cintura fina. Aqui, percebemos sua eficácia no campo espiritual, ajudando as energias a circularem em nosso corpo como engrenagens.

Então, não perca tempo e verifique em nossa agenda qual a próxima aula de Bambodança mais próxima de você!