Blog da Bambodança

Bambolê é sensação no Burning Man

Encontramos o bambolê em um dos lugares mais inóspitos do planeta: o deserto de Nevada, nos Estados Unidos. Isso mesmo! Ele virou sensação entre os participantes de um dos festivais mais alternativos no mundo: o Burning Man. Antes de explicar o que rolou, conheça um pouquinho sobre o festival.

Considerado o maior evento de contracultura do mundo, o Burning Man acontece anualmente em uma cidade provisória chamada Black Rock City, no meio do deserto de Nevada. Sempre no feriado do Dia do Trabalho americano, o evento dura oito dias e reúne cerca de 60 mil participantes.

O festival foi criado por Larry Harvey, que em 1986 queimou um boneco de madeira junto com seus amigos em uma praia da Califórnia, não se sabe bem o porquê. Na ocasião, o boneco tinha 2,5 de altura e havia 20 pessoas assistindo. Hoje, o boneco tem 40 metros de altura e o número de participantes cresce a cada ano.

Os ‘Burners’, como são chamados os participantes, têm a tradição de circularem nus, com corpos pintados ou com fantasias criativas por todo o evento. No festival, todos são livres, iguais e se respeitam para fazerem o que quiserem, sem julgamento. Ou seja, todos estão ali para se expressarem não importa como o façam. Mas claro que existem alguns limites como, por exemplo, a proibição do uso de drogas.

Outra proposta do evento que quer ser uma alternativa para a sociedade consumista é a proibição do uso de dinheiro. Lá, a moeda de troca é a doação e mão-de-obra. Por esse motivo, a organização ressalta que você deve levar tudo o que precisa para sobreviver oito dias no deserto, principalmente água, muita água.

No penúltimo dia das celebrações, o ápice acontece: a queima do gigantesco boneco de madeira. E no outro dia tudo desaparece, todos partem do local sem deixar vestígios.

No evento de 2012, com auxílio de uma câmera Gopro, os participantes – em sua maioria mulheres – mostraram sua experiência com o bambolê no hoop dance. Um vídeo viral fez muito sucesso na internet. Nele, podemos ver diversas mulheres dançando com o bambolê. Fantasiadas ou com pouca roupa, elas dançam e se divertem com o brinquedo no meio do deserto. Um cenário magnífico para as performances.

Mas o mais legal é a sensação passada pelo vídeo, que mostra a perspectiva do interior do brinquedo, é fantástico o efeito criado pela câmera dentro do arco. Ideia muito legal que agregou ainda mais à diversidade proposta pelo evento. Vale conferir!

http://youtu.be/Ea3RAkGqYC8

PS: Aviso! Se você tem vertigem ou labirintite é melhor não olhar .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 5 = onze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>